segunda-feira, 11 de agosto de 2008

bye bye, so long, farewell (ou simplesmente adeus, querida!)

É impressionante como um ser pode entrar em nossa vida, a princípio indesejado e subestimado. É impressionante e gostoso como a quebra de expectativa pode gerar um afeto muito maior, e é racionalmente impressionante que essa aparição repentina não teria outra hora tão adequada para acontecer - não sei se deus ou energia maior. É tristemente impressionante que, da mesma forma como veio, de repente lhe é tirado de você isso que agora faz tanto sentido, tem tanta importância.

Lana, preta-gorda, fica com deus (se é que animais "ficam com deus"). Você é muito especial pra mim, sempre lembrarei de ti com muito amor e carinho - tanto quanto consigo sentir e manifestar. E sei que não sou o único! Me tranquiliza o fato de você estar "voltando pra casa". Eu poderia te dar uma casa... eu queria te dar uma casa...







Related Posts with Thumbnails

Veja também